Comer ou não comer glúten?

O glúten resulta da mistura de proteínas que se encontram naturalmente na semente de cereais da família das gramíneas como o trigo, cevadacenteio e aveia. A frase “contém glúten“, encontrada em embalagens de diversos produtos alimentícios, serve para alertar as pessoas portadoras de intolerância (Doença Celíaca) ou reações alérgicas a essa proteína, para que não consumam aquele alimento. Atualmente, há pessoas seguindo uma dieta sem glúten para emagrecer, mas será mesmo que emagrece? E será que não faz falta para nosso organismo?

Segundo médicos e especialistas, ao chegar no intestino o glúten transforma-se em uma espécie de cola grudando nas paredes intestinais. Com o passar do tempo, provoca saturação do aparelho digestivo, aumento da gordura na região do abdome, dores articulares, alergias cutâneas e depressão. Muito desses problemas de saúde são em decorrência na mudança de cardápio dos brasileiros que passaram a comer em excesso alimentos ricos em glúten como pães, biscoitos, macarrão e bolos. Os médicos alertam as pessoas a substituírem por mandioca, milho e arroz no lugar do trigo importado, que faz tanto mal a saúde.

O corpo responde de diversas maneiras: obesidade, síndrome de resistência à insulina, deficiência de cálcio, alergias, diarreias e doenças auto-imunes. O consumido em excesso vai retendo cada vez mais toxinas no organismo e a alteração da flora normal, com fermentação e retenção de líquidos. Os chineses consideram o excesso de glúten sinal de má higiene interna já que o metabolismo emperra, favorecendo bactérias que gostam de calor e estagnação.

A dieta sem glúten é moda nas academias pois o emagrecimento e a redução de gordura na área abdominal é comprovada. Muita gente está incluindo na alimentação pães de mandioca e de milho, macarrão de arroz e cookies de soja. Um dado interessante é que os alimentos em geral levam 18 horas da mastigação até a eliminação pelo reto, já os alimentos com o glúten levam 26 horas. 😮

Pesquisas indicam que um em cada 300 brasileiros são portadores da doença celíaca. O diagnóstico é difícil pois é uma doença pouco conhecida no Brasil. Se o glúten é estritamente proibido para os celíacos, as pessoas que não sofrem do problema não precisam ser tão radicais. Comer um pãozinho de vez em quando está liberado. MAAAAAS, caso você queira emagrecer, preste bem atenção!!

A nova sensação do momento para conquistar um corpo mais magro e ter mais disposição é a dieta sem esses alimentos, que eliminam os quilos extras excluindo da alimentação todo alimento que contenha glúten em sua composição.

Aqui está uma lista com os alimentos que NÃO CONTÉM GLÚTEN:

  • Frutas e vegetais;
  • Arroz e seus derivados;
  • Milho e seus derivados;
  • Fécula de batata;
  • Carnes e peixe;
  • Açúcar, chocolate, cacau, gelatinas e sorvetes;
  • Sal;
  • Óleos, azeite e margarinas.

Esses alimentos e todos os outros feitos com esses alimentos, como bolos, por exemplo, podem ser consumidos numa dieta sem glúten.

O ideal seria procurar um médico nutrólogo para saber se você possui a doença celíaca, ou alergia. Caso queria emagrecer, também é ideal, pois ele irá montar uma dieta sem glúten para você.

Bjuus da Isa! 🙂

 

 

 

 

 

Anúncios
Este post foi publicado em 14 de novembro de 2014 às 12:00. Ele está arquivado em Saúde e marcado , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: